A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria. Paulo Freire

sexta-feira, 23 de maio de 2014

A Copa do Mundo é nossa?


FOTO - Profª Lucélia Muniz
A Copa do Mundo está sendo sem dúvida, assunto de discursão e controvérsia entre os brasileiros. Prós e contras dividem a cabeça de todo mundo. Mas então, seria a Copa o problema ou o sintoma?
Educação, saúde, transporte, moradia, segurança, aspectos mais que precários no nosso país. Alguns falam que o que vai ser gasto com a copa poderia ser investido na melhoria desses serviços sociais e são totalmente contra a realização do evento. Outros são a favor, apostam no crescimento econômico e na visibilidade que o Brasil vai ganhar. Acontece que a copa do mundo nada mais é do que a gota d'água. Se pararmos para pensar direito a questão se torna muito maior. E se não houvesse copa do mundo? A coisa seria da mesma forma. Realizar esse evento não é o problema, e sim o agravamento dele. Independente de qualquer coisa temos um serviço social precário. O que vai acontecer no Brasil serve apenas para nos atentar a isso. Se tivéssemos uma boa educação, saúde de qualidade, segurança, etc., não estaríamos reclamando investimento nessas áreas, nem discutindo tal assunto.
O problema não é a Copa. O problema é a politicagem, a corrupção, o comodismo dos cidadãos perante a situação, que no caso é como o Brasil está. Mobilização, participação ativa, cidadania, consciência, se tivéssemos isso já estaríamos vestidos de verde e amarelo, ansiosos para gritar GOL!

Projeto Interdisciplinar
Aluno – Francisco Matheus Ferreira dos Santos
Curso de Edificações

2 comentários:

Obrigada pelo comentário! Siga o nosso Blog e veja as principais notícias da EEEP Wellington Belém de Figueiredo.