A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria. Paulo Freire

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Dica de Filmes

Um filme não precisa ser didático para ensinar valores importantes na formação dos alunos. Conheça obras do cinema aplaudidas por críticos e professores

Todos podem se espelhar em exemplos do cinema para descobrir maneiras de aprender e ensinar melhor. Sem deixar de se divertir nem se emocionar. Como explica a professora de Cinema e vice coordenadora da Cinemateca da PUC (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) Verônica Ferreira Dias, um filme "é sempre algo atrativo, porque traz entretenimento e reflexão também".
Para ela, quando a sétima arte retrata processos de aprendizado bem-sucedidos, é capaz de despertar o espírito crítico da sociedade. "As pessoas acabam repensando o sistema educacional, já que nem sempre têm paciência para ouvir discursos teóricos de especialistas". E Verônica não está sozinha. Arte-educador e doutor em Educação pela USP (Universidade de São Paulo), Marcos Ferreira dos Santos pensa de modo semelhante. "O cinema faz com que a gente tenha um 'olho privilegiado' e consigamos entrever coisas invisíveis em certas situações".

Vamos lá a nossa dica:

FILME: O Céu de Outubro, dirigido por Joe Johnston, com Jake Gyllenhaal e Chris Cooper, 1999. Classificação: livre.
A HISTÓRIA: O adolescente Homer Hickam (Jake Gyllenhaal) vive em uma cidade no interior dos EUA que vive basicamente da mineração. Ao saber que os russos lançaram o satélite Sputnik ao espaço, ele começa a sonhar em colocar um foguete em órbita. Para isso, Homer convence alguns amigos a ajudarem e, com o apoio de uma professora, dá início ao projeto que irá mudar sua vida para sempre.

FILME: Gênio Indomável, dirigido por Gus Van Sant, com Matt Damon e Robin Williams, 1997. Classificação: 14 anos.
A HISTÓRIA: Will Hunting (Matt Damon) tem 20 anos e já registrou algumas passagens pela polícia. Trabalhando como servente em uma universidade, se revela um gênio em matemática. Ele faz terapia, por decisão judicial, mas não apresenta resultados de melhora porque debocha de todos os analistas. Até encontrar um com quem de se identifica.

FILME: O Sorriso de Monalisa (Mona Lisa Smile, 2003, EUA, direção: Mike Newell, 125 min., drama, classificação indicativa: 12 anos).
A HISTÓRIA: Julia Roberts vive a professora de História da Arte Katharine Watson, que quer romper os ideais machistas da sociedade americana da década de 50. Mas ela se depara com a resistência das próprias alunas ao ingressar no corpo docente do Colégio Wellesley. A instituição é famosa por preparar jovens para a vida matrimonial e de dona de casa. Mesmo assim, Katharine decide ir contra as normas para mostrar às estudantes que elas são capazes de enfrentar os desafios da vida adulta sem estar, necessariamente, à sombra de um homem.

FILME: Uma Mente Brilhante (A Beautiful Mind, 2001, EUA, direção: Ron Howard, 135 min., drama, classificação indicativa: 12 anos).
A HISTÓRIA: O gênio da matemática John Nash ganha fama no mundo acadêmico ao formular um complexo teorema aos 21 anos de idade. Sua habilidade com as ciências exatas o leva a um trabalho secreto para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Atormentado pela sensação de estar sempre perseguido, o professor põe em risco sua carreira e seu casamento. Mas os problemas de Nash começam mesmo quando ele é diagnosticado com esquizofrenia. Após anos de luta contra a doença, o matemático consegue se reintegrar à sociedade e acaba sendo premiado com o Nobel. A história é baseada num fato real.

FILME: A Onda (Die Welle, 2008, Alemanha, direção: Dennis Gansel, 107 min., drama, classificação indicativa: 16 anos).
A HISTÓRIA: Um jovem professor se torna popular entre os alunos de Ensino Médio de um colégio na Alemanha por usar métodos pouco usuais de ensino. Para explicar a dominação de um povo por um ditador (fascismo), o docente propõe que a turma crie uma espécie de sociedade fechada, em que os integrantes devem obedecer a certos rituais para serem aceitos. O exercício é tão eficiente que o próprio professor perde o controle do totalitarismo proposto por ele. E as consequências são trágicas.

Coach Carter - Treino para a Vida (EUA, 2005), de Thomas Carter

Ao voltar para a escola onde estudou e jogou basquete na juventude, Carter (o ótimo Samuel L. Jackson) depara com alunos desrespeitosos e pouco interessados nos estudos. Eles os proíbe de jogar basquete até que melhores as suas notas, causando com isso uma verdadeira revolução na escola.
Faixa etária: Para ser visto com adolescentes de mais de 14 anos.
A observar: Por se passar no ambiente escolar, os adolescentes se identificarão mais facilmente com a história do treinador Carter. Trata-se de um bom filme para tratar do protagonismo - como tomar as rédeas da própria vida leva a bons resultados. Além disso, a mensagem engloba o respeito aos outros, a cooperação e a importância da dedicação aos estudos.

O Ano em que os Meus Pais Saíram de Férias (Brasil, 2006), de Cao Hamburger

A Copa do Mundo de 1970 é o pano de fundo para essa comovente história de um garotinho cujos pais precisam fugir, perseguidos pela Ditadura Militar. Ele fica, então, sob os cuidados de um vizinho judeu. De maneira sensível, mostra como o esporte pode ser um escape para outras emoções.
Censura: Por conter alguns temas delicados, é recomendado para crianças de mais de 10 anos. Mauro, o protagonista da história, tem 12 anos.
A observar: Fã de futebol e de jogo de botão, o pequeno Mauro encontra nesses esportes uma maneira de lidar com a ausência dos pais. A história dele pode servir de gancho para uma conversa sobre a estabilidade emocional - como é importante administrarmos as nossas emoções, por mais difícil que isso seja.

Invictus (EUA, 2009), de Clint Eastwood

Reconta a história real da iniciativa do então presidente sul-africano Nelson Mandela (interpretado por Morgan Freeman) de usar o time nacional de rugby como forma de unir a nação. Ele aposta na linguagem universal do esporte para quebrar as barreiras raciais e sociais.
Faixa etária: Por conter temas complexos, é mais apropriado para adolescentes. A censura oficial, porém, é livre.
A observar: Somos todos iguais, e nada melhor do que o esporte para nos mostrar isso. Com colaboração e abertura a novas ideias, duas habilidades não-cognitivas preciosas, caminharemos rumo a sociedades mais justas.

Duelo de Titãs (EUA, 2000), de Boaz Yakin

Baseado em acontecimentos reais, tem como herói inspirador Herman Boone (papel de Denzel Washington), um técnico de futebol americano que lida da melhor forma que pode com os conflitos raciais que rondam o time escolar que acaba de assumir, os Titans. Além do charme dos anos 70, época em que se passa a história, e uma ótima trilha sonora, o filme transmite uma bela mensagem de colaboração e coragem de maneira sensível, evitando maniqueísmos.
Faixa etária: A censura é oficialmente livre.
A observar: Passado na Virginia dos anos 1970, onde ainda reinava a segregação racial nas escolas, o filme é um ótimo ponto de partida para uma conversa aberta e sincera sobre o racismo - pergunte a opinião do seu filho e o que ele achou das atitudes do treinador Boone, ele mesmo vítima de preconceito.

Selma
O longa-metragem “Selma – Uma Luta pela Igualdade”, Lançado em 2014 nos Estados Unidos, estreiou no Brasil no dia 5 de fevereiro. O filme, dirigido pela negra Ava DuVernay e indicado ao Oscar de melhor filme, retrata a história das marchas históricas no ano de 1965 entre a cidade de Selma, no interior do Alabama, e Montgomery, capital do Estado, em busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana e lideradas por pessoas como Martin Luther King Jr.

Gonzaga – De Pai para Filho
O longa retrata a relação entre o sanfoneiro de enorme apelo popular Luiz Gonzaga (1912-1989) e seu filho, o cantor e compositor Gonzaguinha (1945-1991), que nunca foi valorizado como artista pelo pai.
Um pai e um filho. Dois artistas e dois sucessos. Um do sertão nordestino, o outro carioca do Morro de São Carlos. Um de direita, o outro de esquerda. Apesar de tantas diferenças, um ponto em comum: a música que emociona o Brasil até hoje.
O elenco reúne nomes como Chambinho do Acordeon, Julio Andrade, Adélio Lima, Nanda Costa, entre outros.

Histórias Cruzadas
O filme é um retrato sobre uma mulher branca, Eugenia “Skeeter” Phelan, e a sua convivência com duas empregadas negras durante a era americana dos Direitos civis nos Estados Unidos de 1960. Skeeter é uma jornalista que decide escrever um livro da perspectiva das empregadas (conhecido como The Help), mostrando como elas estão sofrendo racismo na casa de brancos. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte.

A Menina que Roubava Livros
Adaptação de A Menina que Roubava Livros, do australiano Markus Zusak, o filme acompanha a história de Liesel Meminger (interpretada pela canadense Sophie Nélisse. Durante a Segunda Guerra Mundial, Liesel e seu irmão são deixados pelos pais e adotados por um casal vivido por Geoffrey Rush (O Discurso do Rei) e Emily Watson (Anna Karenina). O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. Ela aprende a ler com o incentivo de sua nova família e Max, um judeu refugiado que eles escondem baixo à escada. Para Liesel e Max, o poder das palavras e da imaginação se transformam em escape dos tumultuosos eventos que acontecem ao seu redor. Em meio ao caos, a jovem encontra refúgio na literatura para sobreviver. Ajudada por seu pai adotivo, ela passa a roubar livros e descobrir neles a esperança perdida durante a guerra.

Menina de Ouro
Frankie Dunn (Clint Eastwood) passou a vida nos ringues, tendo agenciado e treinado grandes boxeadores. Frankie costuma passar aos lutadores com quem trabalha a mesma lição que segue para sua vida: antes de tudo, se proteja. Magoado com o afastamento de sua filha, Frankie é uma pessoa fechada e que apenas se relaciona com Scrap (Morgan Freeman), seu único amigo, que cuida também de seu ginásio. Até que surge em sua vida Maggie Fitzgerald (Hilary Swank), uma jovem determinada que possui um dom ainda não lapidado para lutar boxe. Maggie quer que Frankie a treine, mas ele não aceita treinar mulheres e, além do mais, acredita que ela esteja velha demais para iniciar uma carreira no boxe. Apesar da negativa de Frankie, Maggie decide treinar diariamente no ginásio. Ela recebe o apoio de Scrap, que a encoraja a seguir adiante. Vencido pela determinação de Maggie, Frankie enfim aceita ser seu treinador.

Shakespeare Apaixonado, 1998
Aborda a produção artística e características da sociedade na época do Renascimento Cultural.

O Baile Perfumado (filme completo está no YouTube), 1996
A obra retrata a saga real do responsável pelas únicas imagens existentes do famoso cangaceiro Lampião, responsável por revoltas no sertão nordestino. Essas imagens foram confiscadas pela ditadura do Estado Novo.

Abril Despedaçado, 2001
Dirigido por Walter Salles, o filme tem o sertão brasileiro no período da República Velha como plano de fundo e mostra o cotidiano da época.

Olga, 2004
“Olga” tem como plano de fundo a época do Estado Novo, mostrando características da Era Vargas e como foi a Intentona Comunista.

O Estudante (The First Grader)

Filmado numa aldeia situada em uma montanha queniana, o filme conta a notável história verdadeira e edificante de Kimani Maruge, de 84 anos, antigo veterano Mau Mau, uma sociedade secreta que lutava pela descolonização do Quênia. Kimani é homem orgulhoso que está determinado a aproveitar sua última chance de aprender a ler e escrever, e assim acaba por aderir a uma classe de alunos de seis anos de idade. Juntos, ele e sua jovem professora, enfrentam resistência, mas ele acaba descobrindo uma forma de superar as dores de seu passado.

 

A corrente do bem

Eugene Simonet (Kevin Spacey), um professor de Estudos Sociais, faz um desafio aos seus alunos em uma de suas aulas: que eles criem algo que possa mudar o mundo. Trevor McKinney (Haley Joel Osment), um de seus alunos e incentivado pelo desafio do professor, cria um novo jogo, chamado "pay it forward", em que a cada favor que recebe você retribui a três outras pessoas. Surpreendentemente, a ideia funciona, ajudando o próprio Eugene a se desvencilhar de segredos do passado e também a mãe de Trevor, Arlene (Helen Hunt), a encontrar um novo sentido em sua vida.

O menino do pijama listrado
Alemanha, Segunda Guerra Mundial. Bruno (Asa Butterfield) tem oito anos e mora em Berlim junto com sua mãe, sua irmã e seu pai, um oficial nazista. Quando seu pai assume um cargo em um campo de concentração, toda a família é obrigada a se mudar para uma área desolada, onde não há que fazer para uma criança. Intrigado com uma estranha fumaça que vem de um campo atrás de sua casa, Bruno desobedece as ordens de seus pais e vai para lá, ao chegar encontra algo parecido com uma fazenda totalmente cercada por arames. Lá ele conhece Shmuel (Jack Scanlon), um garoto da sua idade, que fica do outro lado da cerca elétrica e sempre vestindo um pijama listrado. Bruno passa a visitá-lo frequentemente e entre eles acaba surgindo uma verdadeira amizade.

Orquestra dos Meninos
“O filme conta a história real de Mozart Vieira, que desde cedo sentia forte vocação para música. Imbuído deste sentimento, Mozart encontra na música, a saída para sua ação artística social criando a Orquestra dos Meninos, apesar da grave seca que assola o nordeste. Sua fundação ganha grande repercussão e os holofotes despertam o ódio dos coronéis locais. Surgem ameaças e ataques. A sede da Fundação é invadida e o menino Erinaldo é sequestrado, caso que acaba transformando-se em escândalo nacional, mas o delegado da cidade de Olinda afirma que foi armado por Mozart para promover sua Orquestra. Um movimento de artistas liderados por Ivan Lins, Fagner, Gilberto Gil e outros faz um abaixo-assinado a favor de Mozart e através de ação na Justiça, a Orquestra recupera o prédio da Fundação. O maestro e sua Orquestra voltam a São Caetano nos braços da multidão e tocam na praça da cidade.”

Desafiando Gigantes
Nunca Desista, nunca volte atrás, nunca perca a fé O PODER DA CRENÇA PROPORCIONA A HABILIDADE DE VENCER. Nos seus seis anos como técnico de futebol americano de uma escola, Grant Taylor nunca conseguiu levar seu time Shiloh Eagles a uma temporada vitoriosa. E ao ter que enfrentar crises profissionais e pessoais aparentemente insuperáveis, a idéia de desistir nunca lhe pareceu tão atraente. É apenas depois que um visitante inesperado o desafia a acreditar no poder da fé que ele descobre a força da perseverança para vencer.

À Procura da Felicidade
“Chris Gardner (Will Smith) é um pai de família que enfrenta sérios problemas financeiros. Apesar de todas as tentativas em manter a família unida, Linda (Thandie Newton), sua esposa, decide partir. Chris agora é pai solteiro e precisa cuidar de Christopher (Jaden Smith), seu filho de apenas 5 anos. Ele tenta usar sua habilidade como vendedor para conseguir um emprego melhor, que lhe dê um salário mais digno. Chris consegue uma vaga de estagiário numa importante corretora de ações, mas não recebe salário pelos serviços prestados. Sua esperança é que, ao fim do programa de estágio, ele seja contratado e assim tenha um futuro promissor na empresa. Porém seus problemas financeiros não podem esperar que isto aconteça, o que faz com que sejam despejados. Chris e Christopher passam a dormir em abrigos, estações de trem, banheiros e onde quer que consigam um refúgio à noite, mantendo a esperança de que dias melhores virão.”

Náufrago (Cast Away)

"Chuck Noland (Tom Hanks) um inspetor da Federal Express (FedEx), multinacional encarregada de enviar cargas e correspondências, que tem por função checar vários escritórios da empresa pelo planeta. Porém, em uma de suas costumeiras viagens ocorre um acidente, que o deixa preso em uma ilha completamente deserta por 4 anos. Com sua noiva (Helen Hunt) e seus amigos imaginando que ele morrera no acidente, Chuck precisa lutar para sobreviver, tanto fisicamente quanto emocionalmente, a fim de que um dia consiga retornar civilização."

O Morro dos Ventos Uivantes (Wuthering Heights)

No final do século XVIII, em uma área rural da Inglaterra, surge com o tempo uma violenta paixão entre Catherine Earnshaw (Juliette Binoche) e o cigano Heathcliff (Ralph Fiennes), seu irmão adotivo. Criados juntos, eles são separados pela morte do pai de Catherine e a crueldade de como Hindley Earnshaw (Jeremy Northam), seu irmão, trata Heathcliff. Quando Heathcliff fica sabendo que ela vai casar com Edgar Linton (Simon Sheperd), um homem rico e gentil, Heathcliff foge para fazer fortuna, ignorando o fato de que Catherine o ama, e não o futuro marido. Dois anos depois, Heathchliff retorna para vingar-se de Hindley e Edgar e do abandono que Catherine lhe infligiu.

 

Quem quer ser um milionário?

"Jamal Malik (Dev Patel) tem 18 anos, vem de uma família das favelas de Mumbai, Índia, e está prestes a experimentar um dos dias mais importantes de sua vida. Visto pela TV por toda a população, Jamal está a apenas uma pergunta de conquistar o prêmio de 20 milhões de rúpias na versão indiana do programa Who Wants To Be A Millionaire?. No entanto, no auge do programa, a polícia prende o jovem Jamal por suspeita de trapaça. A questão que paira no ar é: como um rapaz das ruas pode ter tantos conhecimentos? Desesperado para provar sua inocência, Jamal conta a história da sua vida na favela - onde ele e o irmão cresceram -, as aventuras juntos, os enfrentamentos com gangues e traficantes de drogas e até mesmo o amor por uma garota."

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário! Siga o nosso Blog e veja as principais notícias da EEEP Wellington Belém de Figueiredo.